Online citations, reference lists, and bibliographies.
← Back to Search

Cinética Do Consumo De Oxigênio E Tempo Limite Na Vvo2max: Comparação Entre Homens E Mulheres

Paulo Henrique Silva Marques de Azevedo, João Carlos de Oliveira, Herbert Gustavo Simões, Vilmar Baldissera, Sérgio Eduardo de Andrade Perez

Cite This
Download PDF
Analyze on Scholarcy
Share
Foi investigada a influência do gênero no tempo limite (Tlim) e na cinética do VO2 durante corrida na velocidade associada ao VO2max (vVO2max) em nove homens e nove mulheres, todos adultos, jovens e sedentários, com idades entre 20 e 30 anos. Homens e mulheres realizaram dois testes em esteira rolante, sendo um teste incremental para determinar VO2max (42,66 ± 4,50 vs. 32,92 ± 6,03mL.kg-1.min-1) e vVO2max (13.2 ± 1.5 vs. 10,3 ± 2,0km.h-1), respectivamente. Um segundo teste com carga constante na vVO2max até a exaustão. O Tlim e a cinética do VO2 foram determinados. Não houve diferença significante entre homens e mulheres para constante de tempo (τ) (35,76 ± 21,03 vs. 36,5 ± 6,21s, respectivamente; P = 0,29); Tlim (308 ± 84,3 vs. 282,11 ± 57,19s, respectivamente; P = 0,68), tempo para atingir o VO2max (TAVO2max) (164,48 ± 96,73 vs. 167,88 ± 28,59s, respectivamente; P = 0,29), tempo para atingir o VO2max em percentual do Tlim (%Tlim) (50,24 ± 16,93 vs. 62,63 ± 16,60%, respectivamente; P = 0,19), tempo mantido no VO2max (TMVO2max) (144,08 ± 42,55 vs. 114,23 ± 76,96s, respectivamente; P = 0,13). Estes resultados sugerem que a cinética do VO2 e o Tlim são similares entre homens e mulheres sedentários na vVO2max.